quinta-feira, 8 de maio de 2008

Apaixonante

Olás!

Quinta-feira? É claro que eu tinha que vir aqui postar, é quando eu sempre estou inspirado, uai.
Ontem foi um dia bom, de tarde fui encontrar uma garota que detém meu coração (aliás, beijo especial pra você, mo duinne =*) e de noite fui ver o Homem de Ferro. Márlio recomenda, é muito bom \o/
E hoje, sair com uma galerinha do barulho e voltar pra casa, pronto pra encerrar a semana. Ê, Brasil.

E hoje, quero dedicar esse post a paixão. Não vou falar muito dela, porque se não iriam-se páginas e páginas.
Quero só lembrar da paixão que arrebata, da paixão que surge do nada, da paixão que reaparece, da paixão que sustenta, da paixão que alimenta, da paixão esperançosa...
Paixão não precisa ser só amorosa, mas é sempre romântica. É o flerte com o que se gosta, com o que se curte, com o que se quer; é a sedução recíproca entre nós e alguém ou algo, é aquele empurrão que quase nos faz tropeçar, mas ajuda a avançar.
É aquela pegada de surpresa que você não resiste em dar.
É aquilo que balança, aquilo que nos gira, nos afeta, nos faz acordar e dormir de bom humor.

Pode ser aquilo que nos faça viver.

Ponto pra paixão.



Obrigado pela visita! ^^
Márlio.

5 comentários:

Anônimo disse...

Não gostei :D

plinio disse...

nao necessariamente.....
uHAUHUHAUHAU
soh digo uma coisa..."nao falo nada sobre isso" XD

Fabiola Grams Porto disse...

Lindoooo
xD
Adoro te meu amigo!!!
I like you
and I ....
xD
Beijoo

Julia disse...

adorei o texto e concordo, passões são coisas passageiras que nos motivam a viver.
bjooo 'bob'

Trita. disse...

po.. o plinio resolveu aderir à corrente literária também..
que merda, hein..
e falo sim, po!

quanto ao seu post...
po, cara.. você é uma caixinha de surpresas. ainda vamos conversar sobre isso.