terça-feira, 13 de maio de 2008

Arriscar, amar, tentar

Olás!

Muitos acharam meu último texto sem nexo, então, vou tentar fazer um mais condizente, dessa vez.

Arriscar.
Olha, tem muita gente que detesta essa palavra. O quanto vale arriscar? Pelo quê, por quem?
O Márlio anda assim, é fato. Mais isso, é claro, nunca depende só de uma pessoa, nem é melhor ou pior, é apenas uma possibilidade.
O que eu quis dizer no meu texto anterior? "Tente outra vez", e o Márlio está pronto para tentar outra vez, e isso, no quesito paixão que tenho vivido, significa sim, estar pronto pra dar várias coisas =P
Carinho, amor e atenção são os tópicos em alta. Quem conhece o Márlio, ao menos um pouquinho, vê que ele não abre mão por quem gosta. Por quem eu tô apaixonado, então, eu sou doce de leite. E não sei me entregar em parte, minha atenção, quando voltada para alguém, é dessa pessoa. E pode contar comigo para o que vier.
O que o Márlio quer dizer é que, além da amizade, o que ele ofereceu no último texto, foi isso. Como qualquer outro, mas alguém disposto a dar atenção, carinho, afeto, amor... diversão, também, porque todos conhecem o meu lado sem noção =P

Como eu disse, seria muito bom.
De novo: quer tentar?


Logo volto a postar coisas pras pessoas em geral, não me abandonem =P Mas o coração vem antes de tudo.

Márlio.

5 comentários:

Fabiola Grams Porto disse...

que lino
um verdadeiro escritor!
beijoo
te adoro♥

LUPUS disse...

É isso ae!!!

Get up and go ahead ... The life waiting for you!

Carolina Gaubert. disse...

eu nao conheço seu lado sem noção :S
mas agora tudo ficou explicado :)
;**

Bruno Arthur disse...

Boa sorte /o/x

Aninha disse...

É issaê, filhote! Tome seu chocolate quente e go go go!

Só não se esqueça da sua mãe virtual. u.u